Conteúdo notícias

» Notícias

Anoreg destaca importância de casamento coletivo indígena

Por: Ascom-DPPB

O presidente da Associação dos Notários e Registradores da Paraíba (Anoreg-PB), tabelião Germano Toscano de Brito, considerou de extrema importância o casamento comunitário dos 70 casais indígenas das aldeias Potiguara, por regularizar a vida em comum dessas pessoas e formalizar a união civil, que é essencial para todo e qualquer cidadão, inclusive para os silvícolas. A cerimônia será promovida pela Defensoria Pública da Paraíba.

Germano Toscano elogiou a iniciativa da defensora pública-geral Madalena Abrantes e disse que o apoio da Anoreg, assumindo as despesas relacionadas às custas cartoriais para emissão das certidões de casamento, faz parte de ação desenvolvida pela entidade, intitulada Rede Anoreg de Responsabilidade Social, voltada a contribuir para o ajuste de interesses sociais.

Elo de união
“A quebra da unidade familiar é algo que nos preocupa profundamente e o casamento não deixa de ser exatamente o elo de união, direitos, sucessão, nome e cidadania, daí por que a Anoreg-PB se sente profundamente feliz por estar presente nesses atos, de profundo significado social”, afirmou.

O casamento coletivo com 70 casais indígenas das aldeias Potiguara localizadas no litoral norte da Paraíba será realizado às 10h desta quarta-feira (31), na unidade do Sesi (Serviço Social da Indústria) de Rio Tinto (Praça da Vitória – Centro), e contará com casais jovens e maduros, alguns com filhos, bisnetos e convivência marital de mais de 40 anos.

Participam do casamento coletivo índios das aldeias Lagoa Grande, Jacaré de São Domingos, Monte-Mor, Três Rios, Alto do Tambá, Tramataia, Grupiuna, Jacaré de César, Tracoeira, Ybykuara, Akajutybiro e São Francisco.

Além da Anoreg-PB,  a cerimônia conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Rio Tinto, Prefeitura Municipal de Marcação, Prefeitura Municipal da Baía da Traíção, Fundação Nacional do Índio (Funai), Sesi, Senac (Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial) e Tribunal de Justiça da Paraíba. Os casais celebrarão a união civil perante o juiz Judson Kildere Nascimento Faheina.